header

novidade1
novidade2Por Mundos Divergentes

Electro-dependência pode ser lido na antologia "Lisboa no Ano 2000" (Editora Saída de Emergência, 2013).
lisboanoano 2000
«José Carvalho podia ser apenas mais um reparador de velharias, mas não é. Ele trafica a nova droga da moda, Elec, mas não é esse o seu único segredo e nem o seu maior medo é ser apanhado a traficar.
Um pequeno erro vai custar-lhe o que tem de mais preciso, a liberdade. E o que será ele capaz de fazer para a recuperar?»

Este conto foi seleccionada, por concurso, para integrar na antologia organizada por João Barreiros. Podem comprá-la em todas as grandes superfícies e nas lojas online. Alguns exemplos: Site da Editora, Fnac, Wook, Bertrand.

Lisboa no Ano 2000 – Uma Antologia Assombrosa Sobre uma Cidade que Nunca Existiu

Críticas:
«Electro-Dependência: Num retrofuturo eléctrico, há seres que controlam e libertam electricidade. Estes electrokinéticos são depressa escravizados como baterias humanas ou fornecedores de drogas chocantes. O herói do conto de Ana Nunes tem-se escapado ao destino dos restantes electrokinéticos, apenas para cair nas garras de aristocratas decadentes num processo de abuso que o leva a uma explosiva revolta final.», Artur Coelho in Intergalactic Robot

«Ana C. Nunes, no seu conto “Electrodependência”, apresenta um novo problema relacionado com a electrcidade e os seus efeitos nos seres humanos. É um drama humanos, com um final bastante interessante e realista.» Liliana Novais in O Sofá dos Livros

«“Electrodependência” de Ana C. Nunes. A sensação deixada pelo texto reflecte precisamente o que se esperaria pelo título, em especial os pormenores da decadência na 6ª parte, que estão deliciosos. Explora também alguns temas interessante, tendo o principal dos quais paralelismos com diversas outras obras de ficção científica. 3,7 Estrelas.» Vitor Frazão, in Goodreads

«Uma das histórias que mais me impressionou … a electricidade além de ser a fonte do desenvolvimento… é também a droga… a droga que cega alguns na sociedade… uma droga que vale fortunas que quem depende dela desumaniza a fonte do seu prazer… que sem pensar ou ponderar a vida dos outros, os escraviza para seu belo prazer… é a eletrodependência na ponta do dedo, na simplicidade do toque…» Caracol Literário in Efeito dos Livros (parte 1,2 e 3)

«Claro que tudo isto deixa de ter importância face ao divertimento (ou susto) que provocam [...] o literal rebentar da distopia de Electrodependência de Ana C. Nunes [...]» João Lameira in Ípsilon

«Electrodependência apresenta uma das premissas mais interessantes da antologia, e a autora desenvolve-a num conto curto e directo, com um certo tom noir, que explora a electricidade pelo ponto de vista da droga e da dependência. As personagens principais estão bem desenvolvidas, e o enredo está não só plausível, como muito bem trabalhado, com um dos melhores finais desta Lisboa. Em termos formais, talvez o texto pudesse beneficiar de uma última revisão, mas nem por isso afasta o leitor de uma história notável. **** » João Campos in Viagem a Andrómeda

brevemente
Apoiem-nos
 


DreamGazer Studios foi fundado em 27 de Agosto de 2004

Todos os trabalhos são Copyright 2003-2015 de Ana C. Nunes e Natacha Salgueiro
Webdesign Copyright 2014 de Ana C. Nunes

Mapa do site: Início * Sobre nós * Histórias * Banda Desenhada * Ilustração * Serviços * Loja * Loja 2 * Contactos * Links

 

 

Inicio Sobre Nos Historias Banda Desenhada Servicos Loja Contactos English site Blog Youtube Vimeo ilustracao